quarta-feira, 15 de janeiro de 2014

"O que o facebook não conta sobre viver no estrangeiro"

Estava eu lendo hoje um artigo no Sydney Morning Herald (na verdade o SMH remeteu a um artigo do The Vine, esse aqui) sobre australianos que vivem em outros países, cujo tema é “What Facebook photos don't tell you about living abroad” (o que o facebook não conta sobre viver no estrangeiro).

Curioso ler sobre australianos dizendo do que sentem falta da Austrália. Vou transcrever algumas respostas que achei interessantes e meu comentário em seguida:


I miss the diversity of the colourful Australian landscape and wildlife. I miss catching up with mates at “Sunday Sessions” at a local watering hole overlooking the most beautiful coastline in the world.
Then there’s the food: I miss a “real” Aussie meat pie. Thankfully, I was home for Christmas and had the chance to stock up on Vegemite, choc-chip muesli bars and “PK” chewing gum
.”

E eu achando que não havia comida típica na Austrália, e que vegemite é desgusting demais pra ser objeto de desejo de alguém. Silly me... rs Bom, gosto é gosto e não se discute, mas eu detesto meat pie e vegemite. E vamos ser francos: desde quando chiclete pode ser objeto de desejo culinário de alguém? haha


Family and friends and SUN! Also our style of food and eating in general. We eat a lot of fresh food. British food can be very carb heavy and stodgy.
I miss our live music scene. I still think we have some of the best music coming out of Australia.
I miss being able to chuck on some thongs and pop to the shop as opposed to putting on a jumper, coat, socks, boots and gloves just to get some milk.
I miss Australians as well. We're all so open and friendly and honest. Londoners keep to themselves and can be painfully polite which is very dry to me.
I miss the beach and getting a tan. I miss cold beers in hot air. I especially miss how well we are paid
.”

Australianos comem muita comida fresca??? Eles iam ficar loucos com o Brasil então... Eu ainda peno pra achar sucos naturais nos restaurantes e bares...
Concordo com ela quanto ao clima, realmente viver em Londres deve ser um saco nesse aspecto, e bem deprimente também. Pelo menos pra mim, tenho certeza que muita gente deve adorar (será? rs).
Agora, o que achei mais curioso foi ela dizer que os australianos são abertos e amigáveis. Ok, se comparar com ingleses pode ser, mas pros padrões brasileiros a Austrália é uma pedra de gelo social. Sim, eles são simpáticos, mas os relacionamentos são superficiais, pelo menos essa é uma reclamação recorrente que ouço de brasileiros por aqui: é difícil fazer amigos australianos.


One other thing that has been really tough is coming from earning extremely good wages in Australia to earning barely enough to get by on Canadian minimum wages.”

Jura? Eu sempre achei que era o contrário, que se ganhava mais no Canadá e que na Austrália os salários eram mais medianos (bons, mas medianos). Anyway, acho que isso depende muito da área de atuação, cidade onde se vive, e experiência local.


A Sunday arvo drink with my mates and family by the beach after swimming all day is what I miss most.”

De novo uma questão de parâmetro de comparação. Ok, claro que o verão australiano é infinitamente melhor que o canadense. Mas eu não consigo nadar na praia aqui, aliás entrar na água já é um suplício! Primeiro que não esquenta o suficiente (desculpem os do sul do Brasil, mas pra carioca abaixo de 30 graus é inverno. haha), segundo que está sempre ventando em Sydney (juro, tem vórtex em cima dessa cidade, só pode! rs), o que dificulta a ida a praia (esse verão não fui nem uma vez ainda...). Ah, como sinto falta do mar quentinho do Nordeste... Prefiro mil vezes me sentir numa canja do que água gelada.


The surf, my family, tanned Australian girls with good attitudes. New York is very fast-paced, a living breathing organism, so to speak.”

Sejamos francos: comparar Nova Iorque com Perth não é bem uma comparação justa... rs Se ainda fosse NY X Sydney ou NY X Melbourne...


When the cricket is on! No, but seriously I think the lingo can sometimes get you. I felt a bit daft when I first started work here as they would say all these abbreviated words. I had no idea what any of them were and I was a bit embarrassed to ask. I would go back to my laptop and Google them just so I would know for next time. I also would get a bit of shtick for the way I pronounced my words and had to change the way I said them so I wasn’t mocked (even though it was in jest). The hardest thing, however, is being so far away from your family.”

Viu, não importa se vc fala inglês e vai pra um país também de língua inglesa, ainda assim vão implicar com seu sotaque. :)


Essa é só uma das perguntas, vale a pena ler o artigo todo. Expatriados serão sempre expatriados. :)

Um comentário:

  1. Ri alto ontem no trem com esse post hahahahaa

    Chiclete? meldels haha.

    ResponderExcluir