quinta-feira, 19 de janeiro de 2017

Academia de ginástica

Eu sempre fui uma pessoa ativa (e volúvel, como vcs vão perceber com esse post. rs). Já fiz incontáveis tipos de atividades desde minha adolescência, dos mais variados tipos e intensidades: natação, vôlei, handball, corrida, acrobacia aérea, danças mil (bolero, fox trot, samba, frevo, dança portuguesa, dança espanhola, forro), yoga (vinyasa, iyengar, ashtanga, hatha). No Brasil me lembro de ter feito academia por pouco tempo porque nunca gostei do clima, no máximo fazia as aulas de aeróbica (alô lambaeróbica dos anos 90). Mas quando cheguei aqui na Austrália retomei a academia e peguei amor pela musculação (vai ver que é a idade chegando, musculação acaba virando uma necessidade).

Na minha primeira incursão em academia aqui em down under fiz um post em 2013 contandomeus micos. Hoje já estou bem mais entendida do assunto, mas continuo sem ser expert porque admito que não tenho saco nenhum de seguir esses marombeiros no Instagram, ou ler sobre o assunto. Também não faço dieta, não me preocupo se vou ficar musculosa, meu objetivo é mais ficar em forma e com o corpo minimamente definido. Por sorte eu não ganho peso tão fácil (tá, tudo bem que também não como muito e nem como porcaria – tirando o chocolate, meu vício mor) e ganho músculo fácil, então qualquer exercício feito de forma consistente por 3 meses já me leva ao meu objetivo.

Depois da academia que mencionei no post de 2013, mudei pro Shire e me matriculei no Sutherland Leisure Centre, que é um clube com academia e 3 piscinas enormes. Lá era ótimo também, e com esquema parecido com a outra academia: pagava uns $80 por mês e tinha direito aos equipamentos de musculação, aulas de aeróbica e piscinas. Eu nunca conseguia chegar a tempo das aulas por conta do trabalho, mas ia sempre malhar e corria na hora do almoço no trabalho. Assim como na outra academia lá tinha uma consulta inicial com um treinador da academia que durava 1 hora e onde ele fazia toda a avaliação inicial, me mediu, fez teste de capacidade fitness na esteira, e elaborou um programa de musculação com base no que eu queria.
Uns meses depois de ter começado nessa academia engravidei do Lucas e tive que parar tudo. Durante a gravidez toda fiz yoga e foi maravilhoso! Super recomendo yoga na gravidez, comecei com umas 11 semanas e fui até a última semana de gravidez fazendo aula 1 vez por semana com uma professora sensacional que encontrei no Shire. Me relaxava, alongava, curou a crise de dor nas costas que tive no meio da gravidez, enfim, super recomendo.

Depois que o Lucas nasceu passei o primeiro ano meio por conta dele, a amamentação atrapalhava de eu sair sozinha, enfim, não fiz exercício nenhum. Logo que ele completou 1 ano voltei pra academia, mas em seguida tive a infecção renal que me fez ficar 1 semana internada no hospital seguido de mais 1 mês de antibióticos. Esses antibióticos destruíram minha imunidade, e passei os 4 meses seguintes muito mal, emendando gripes, sem forças pra malhar, irritada, vivia cansada. Fui numa naturopata que me curou, mas chegamos a conclusão que eu estava exausta demais pra fazer academia então retomei a yoga. Assim segui até ir pro Brasil em Setembro passado, e quando voltei mais uns problemas de saúde no fim do ano me mantiveram longe dos exercícios.

Com a chegada de 2017, era hora de voltar ao ritmo de exercícios! Dessa vez optei por não retomar a academia do clube e sim me matricular na Crunch, famosa rede de academias aqui em Sydney, principalmente por causa do preço e por abrir até mais tarde. A Crunch funciona assim: vc paga $8.95 por semana para ter direito aos equipamentos de musculação apenas ou $12.95 por semana pra ter direito aos aparelhos + aulas + acesso a todas as academias em Sydney. Detalhe que com esse valor de $12.95 vc ainda pode levar um amigo de graça todas as vezes que for na academia! Ah, e não tem taxa de matricula e nem contrato, vc paga mês a mês. Imbatível o preço, né? Detalhe que o meu escritório recentemente passou a reembolsar $40 de academia por mês (além dos $110 de plano de saúde que eles já reembolsavam), então no fim vou pagar apenas pouco mais de $10 por mês de academia. Não tem desculpa pra não malhar!

Claro que o fato de ser tão barata tem alguns pontos ruins, e o principal deles é que não tem a avaliação inicial que fiz nas outras academias, não te dão um programa de malhação, e nem tem instrutor pra tirar dúvida nos aparelhos. Se vc quiser esses serviços tem que contratar um personal trainer. Eu acabei contratando um apenas por 2 sessões pra ele montar um programa, e como fiz com uma amiga ele me cobrou $60 por 2 sessões. Achei bem razoável e daqui a uns meses pago mais umas sessões para fazer uma reavaliação das minhas metas.
Depois de ter o Lucas tenho um sério problema pra malhar: falta de tempo. Não consigo ir de manha pois acordo as 6am e é uma correria pra arrumar as nossas coisas e do Lucas, fazer meu green smoothie e o café do Lucas e sair de casa as 7am pra levar ele na creche. Chego no trabalho pouco antes das 9am e saio as 5:30, assim a hora do almoço e a noite é o único tempo que tenho pra malhar. Na hora do almoço eu costumo correr em Circular Quay, mas com esse verão absurdamente quente que tem feito está inviável porque o sol fica um maçarico e com o clima seco é sufocante correr. O bom é que a minha mensalidade da Crunch dá acesso a outras academias da rede, então pros dias quentes vou na academia da City malhar. Aí a noite vou na Crunch do Shire, mas só consigo ir 2x por semana porque tenho que revezar as noites com o Thiago, já que ele tem futebol nas quartas e teoricamente diz que quer nadar um outro dia (digo teoricamente porque ele é daqueles que sempre procrastinam fazer exercício, nem parece o mesmo de quando o conheci que malhava, escalava, etc). Nos dias que estou sozinha com o Lucas já pensei em ir malhar porque na academia tem uma “creche”, mas confesso que fico com dó de deixar o Lucas lá porque é só um cercadinho micro com alguns brinquedos, e é aberto então ele vai me ver circulando pela academia e chorar horrores. Não consigo deixar ele chorando então estou adiando testar essa opção. Já nos fins de semana é o único momento que temos de fazer programas em família e nós 3 saímos bastante, e o Lucas está numa fase tão gostosa que me dá dó trocar esses momentos pela academia. Ou seja, só me restam os dias que trabalho na hora do almoço e a noite. No fim são 5 idas a academia por semana, então acho que não está tão ruim.

Comecei tem 2 semanas e já sinto uma mudança incrível! Meu nível de energia aumentou, não sinto mais o cansaço eterno que me consumia, estou dormindo super bem (antes mesmo nas noites que o Lucas dormia a noite toda eu acordava várias vezes, 5:50 já tava de pé com insonia, uó) e minha tara por chocolate também diminuiu (eu estava comendo quantidades absurdas diariamente, agora já estou reduzindo pro mínimo). Ainda falta ajustar minha alimentação pois apesar de eu comer bem no café e almoço, a noite é uma desgraça por pura falta de tempo. Com a rotina de dar jantar, banho e colocar o Lucas pra dormir cedo, muitas vezes fico do almoço até 8:30 da noite sem comer. Tenho que planejar umas refeições mais saudáveis pra noite. 
Só espero que dessa vez com meu novo aliado Fitbit o retorno a academia não seja só um daqueles projetos de ano novo que não duram até março. rs

4 comentários:

  1. Oi Denise!! Tudo bem? É comum ter essa "creche" nas academias? Fiquei animada, porque meu filho tem quase 3 anos e talvez seja uma opção.
    Você sabe também se é comum máquinas de remo em qualquer academia? Obrigada!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Josi. Acho que depende da academia, mas as 3 q eu já malhei aqui em Sydney tinham creche sim! Na atual custa $5 por dia e meu filho fica lá de boa por uma hora e meia enqt eu malho.
      Qt a máquina de remo, também depende da academia. Na Crunch q eu faço atualmente tem sim, mas na que eu fiz antes não tinha. Acho que é uma questão de vc ir na academia do seu bairro visitar. :)

      Excluir
  2. Está ótimo!! Super obrigada, Denise!!

    ResponderExcluir
  3. I value this article for the well-investigated substance and marvelous wording. I got so connected with this End of lease cleaning surry hills | End of lease cleaning Zetland | End of lease cleaning Sydney that I couldn't stop examining. I am astonished by your work and skill. Much gratitude to you for such a degree. Regards,

    ResponderExcluir